É o que temos para hoje.

A mensagem de hoje não é só para os clientes. Nem só para os amigos. Nem só para os alunos. Também não está vendendo nada. A mensagem hoje é mais um desabafo. E um convite, que vai para todo mundo que, assim como eu, tenta realizar qualquer trabalho criativo com consistência. É o seu caso? Então parabéns, você é um herói.

Como é difícil! Quando não temos tempo, não temos tempo e pronto. Já quanto temos tempo, temos também uma fila de outras coisas esperando esse mesmo tempo. Se o trabalho criativo não é a sua profissão, fica mais difícil ainda, pois além da falta de tempo provavelmente falta também disposição. E quando o trabalho criativo se torna a sua profissão oficial (êêê…) rapidinho você descobre que essa profissão requer uma série de atividades de apoio que, se a gente deixar, acabam tomando o dia todo. Isso sem falar nos medos e neuras, que por si já renderiam outro email inteiro, muito mais comprido. E é claro, todo o resto: filho-conta-mercado-IPVA-homem-da-net-e-o-escambau. 

Desenhar, pintar – bordar, fotografar, escrever, seja lá o que for que você está tentando fazer – é para os fortes.

Recentemente, resolvi que vou pintar todo dia e pronto. A casa pode estar caindo, o navio afundando, sorry: vou para o atelier. Na marra. Resolvi inverter o meu problema: eu não vou produzir apesar da loucura à minha volta, mas sim por causa dela. Em nome da minha sanidade.

É claro que eu já decidi isso várias outras vezes. E várias outras vezes também falhei. A vida engolfa a gente. Então dessa vez, resolvi resolver diferente. Resolvi convidar todo mundo que tenta fazer a mesma coisa a vir junto comigo. Quem sabe essa energia grupal não ajuda a todos nós? Resolvi propor… um desafio.

Tá com medo? Ótimo. Sinal que estamos no mesmo barco.

Desafio você a um mês de produção criativa diária. Não interessa se você vai produzir o dia todo, duas horas por dia, ou apenas 10 minutos. Você pode fazer um trabalho do começo ao fim, ou um pouquinho todo dia. Pode ser uma coisa hoje e outra amanhã. Nada disso importa. O que importa é que você faça todo dia alguma coisa, por menor que seja. E é claro: tem que mostrar, todo dia, no Instagram. Não precisa escrever, não precisa explicar, é só dizer: “é o que temos para hoje” (#desafioéoquetemosparahoje)

Começando amanhã, 24 de Março. Sim, é véspera de feriado, e daí? Mas pode descontar os finais de semana e feriados, somos seres civilizados.

O que você fez hoje? É isso que eu, e todo mundo que for participar, quer ver. Não esquece de marcar a hashtag: #desafioéoquetemosparahoje

O meu de hoje está aí em cima, é o primeiro dia de uma nova pintura. Vou apertar “send” e já vou lá no Instagram postar.
Te vejo lá?

Está lançado o desafio.
Um beijo e boa sorte para todos nós,

Suzanna

 

Suzanna_Peq

www.suzannaschlemm.com

 

“Arte não é profissão, é diagnóstico”
– Não sei de quem é a frase, mas a ouvi da minha amiga Julie
e achei muito apropriada para  esse post.

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Nina disse:

    Acabei de receber seu blog…aliás, acho essa palavra meio Blegh!!!! Pensando em …..sei lá, papos? Tempo?
    De toda forma, vamos lá: não pinto nem o sete mas escrevo e gosto disto e agora vou começar a escrever infantis…vale?

    1. Oi, Nina, tudo bem? Livros infantis super vale! Mas vale para que? Não entendi bem seu comentário, explica???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s